Lei do Karma – Parte 2

Lei do Karma – Parte 2

Namaskar

MINDFULNESS

Lei do karma – Parte 2

Olá, algumas definições são importantes para a imersão na meditação e mudanças de comportamento. Você que já tem mais de 30 anos percebe como foi influenciado pela visão que seus pais tinham e que nem sempre foi a sua visão.

A vibração de pai e mãe é muito forte e a busca da sua verdadeira identidade é um nível excelente de consciência. A gratidão por eles é imensa, porém somente o corpo grosseiro os pertence (genética),

Você existe por milhares de anos e com condicionamentos que não pertence a essa família que o abrigou nessa vida.

Vejamos dúvidas sobre o karma de vidas passadas:

Gentil guru, protetor do Dharma sagrado, gostaria de saber qual é o meu karma?

Antes de tudo preciso saber o que você entende por karma. Se você acha que é destino está errado.

Traduzindo a sua pergunta.

Karma = ação em sânscrito

O significado da sua pergunta é:

O que fiz de errado e de correto em todas as minhas vidas passadas?

Por exemplo: se eu tenho uma facilidade imensa pra mentir, significa que eu era um grande golpista e mentiroso na vida anterior. Se você tem condicionamento a atividades físicas é porque em vidas passadas você foi um atleta ou que dependia  do vigor físico pra trabalhar.

Como purificar então o karma?

Purificar significa eliminar o que não presta e cultivar o que presta. Esse é o objetivo da meditação. Quem não medita é guiado pelo karma do mapa natal e segue pela vida como um barco à deriva sem um capitão tomando conta.

O grande beneficio da meditação não é relaxamento e sim o esforço que o praticante tem em querer purificar seus condicionamentos ruins.

Por exemplo: uma pessoa com condicionamento Pitta Vata, extremamente nervosa ansiosa e com pensamentos negativos, deverá praticar a meditação analítica, ler sobre sua composição e diariamente equilibrar seu condicionamento lógico e crítico à prática devocional.

A meditação analítica pra um tipo PITTA VATA ou com desequilíbrio de bile e vento (maioria dos homens em país tropical) é a prática em que ele se sentirá melhor.

Mulheres se adaptam melhor à recitação de mantras e orações.

Importante a visualização no momento da recitação.

Praticar diariamente a gratidão, principalmente aos pais que deram oportunidade desta vida.
MINDFUL EATING

Ama Pachana – limpeza de toxinas

Como já dito anteriormente Ama são toxinas.

Como contraímos toxinas?

Iremos nos restringir a ingesta de sólidos e líquidos. Tudo aquilo que você ingere, precisa ser identificado e absorvido pelo organismo.

Se você bebe um refrigerante seu corpo precisará de um tempo pra identificar o que presta e o que não presta.  Neste caso o refrigerante e vazio de nutrientes além de acidificar o seu PH.

Muito bem, todo alimento que possua Prana lhe proporciona vida.

Comer uma banana com canela é diferente de comer um bolo industrializado cheio de conservante, corantes e estabilizantes que fazem com que o produto fique embalsamado que nem múmia na prateleira do supermercado, não alimenta vida.

A contrario da banana se você não comer logo ela fica podre,  morre, perde o Prana. Você quer vida dentro de você ou morte?

O método Ama Pachana vai lhe proporcionar uma desintoxicação após a ingesta excessiva de frituras, doces e álcool.

Procure acordar cedo horário Vata ( 5 da manhã).

O horário da desintoxicação é purificação. Beba água com limão e raspe a língua. Em seguida prepare uma panaceia simples de gengibre limão e açúcar mascavo. Beba morno de meia em meia hora.

Não coma logo quando a fome começar a perturbar. Deixe seu agni (fogo digestivo) acender bem como uma brasa de churrasqueira. O jejum e ingesta dessa panaceia irá resolver seu problema.

Depois de 2 horas faça um purê de maçã com manteiga Ghee, a faxina estará pronta e você se sentirá melhor com todo vigor pra sua jornada diária.

Lembre-se que Ama, tira suas energias comprometendo todo metabolismo.

Que a sua conexão com o divino lhe proporcione brilho nos olhos.

Marcos Leite – Empresário, aluno do Dr. Ruguê em Ayurveda

Veja também:

– Lei do Karma – Parte 1

Lei do Karma – Parte 3

Envie seu comentário